quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Vale a pena sonhar?



Recentemente, li a crônica “Além dos sonhos” do escritor Fernando Carrara, na qual dizia o seguinte:

“Além dos sonhos”

“No post amores impossíveis eu disse que o ser humano foi feito pra sonhar. É isso que motiva sua vida. Porém, não coloque seus sonhos em lugares altos demais onde suas mãos não poderão alcançá-los”.

Este seu parágrafo fez-me recordar o conhecido discurso de Martin Luther King em agosto de 1963.

“EU TENHO UM SONHO”

“Eu tenho um sonho que minhas quatro pequenas crianças vão um dia viver em uma nação onde elas não serão julgadas pela cor da pele, mas pelo conteúdo de seu caráter”.

Há na história universal pessoas, que não só lutaram por seus grandes sonhos, como morreram por eles.

Voltando ao presente, vemos ai a eleição do primeiro presidente negro nos Estados Unidos: Barack Obama.
Filho de muçulmano e de sobrenome Hussein. Embora tenha sempre se destacado na vida escolar, sua adolescência foi conturbada.
Obama experimentou maconha e cocaína, conforme conta em sua biografia.

Com esse perfil, ninguém jamais acreditaria que um dia chegasse à presidência dos Estados Unidos. Com certeza muitos lhe disseram que estava sonhando alto demais.

Apesar disso, e contra quase todas as probabilidades, conseguiu realizar seu grande sonho.

Claro que são casos raros, que não acontecem todos os dias. Nem todos que têm seus grandes sonhos conseguem realizá-los.

Mas, por isso devemos abrir mão de sonhar além do que todos acreditam ser possível?

Há ainda muitos “Barack Obamas” por ai. E é bom que existam, pois alimentam as nossas esperanças de que vale sempre a pena, e que não importa o tamanho que eles tenham.

É sempre preciso acreditar e sonhar!

4 comentários:

Sylvia Senny disse...

bom ver uma citação sobre " Martinho Lutero", melhor ainda ler um texto tão vivo e que nos incita e nos lembra que só sonha quem esta vivo!
meu poeta:
"you is the best".

Fernando Carrara disse...

Olá Carlos,
Realmente o texto ficou interessante. Mas talvez eu não tenho sido claro no meu post. Eu vejo que tem muitas pessoas que colocam seus sonhos "longe" demais apenas para não ter que lutar por eles. Não sei se você concorda com isso. Acredito que seja muito importante sonhar, mas tão importante é lutar para conquistá-lo.
Parabéns pelo blog.
Abraço,
Fernando Carrara

Lêda Garcia disse...

É realmente necessário acreditar e sonhar, mas principalmente, ter em mente que nem todos os sonhos são possíveis de serem realizados, por isso, continuam sendo "sonhos".
Como toda expectativa gera frustração, é melhor dosarmos os mesmos, porque não existe dor maior, do que a morte de uma ilusão.

Rafaela, Aquela que Deus curou disse...

Lucchesi, houve uma época da minha vida(não faz muito tempo) em que fui impedida de sonhar, penoso me era até pensar no dia de amanhã, passada a fase passei a sonhar mais alto ainda, concordo plenamente com você, e acredito que existem muitos Obamas por aí, e quanto aos amores impossíveis que fiquem na memória, lugar em que estarão seguros até que o tempo, o impiedoso, os alcance.